Melhores exercícios para fazer ao ar livre

Com um aumento significativo de centros esportivos em todo o mundo, as pessoas esquecem o prazer de fazer atividade física em espaços abertos, como parques, praças, ruas ou florestas.

Muitos acreditam que é necessário ter gadgets, pesos, halteres e um acessório para o exercício, mas esquecer que atividades ao ar livre sem peso e equipamentos também são tão eficazes quanto o treinamento acadêmico.

 Exercícios para a gravidez subseqüente

O treinamento ao ar livre é ótimo porque é possível respirar em um ar natural, longe de ventiladores e condicionadores de ar, para o benefício do exercício, além de ser muito saudável para o seu sistema respiratório. Neste artigo eu quero viver bem você pode conferir os melhores exercícios para fazer ao ar livre, sem equipamentos ou pesos, apenas com o peso do seu corpo e com a sua disposição. [19659008] Braços

  Braços

Este exercício é muito bom no fortalecimento e desenvolvimento dos músculos superiores .

O cotovelo trabalha com peitoral maior, deltóides, bíceps e tríceps, é um exercício completo. Esta é uma boa opção para o corpo!

A largura das mãos causa dificuldade em mudar por exemplo: mãos mais distantes são exercícios mais focados no peito e nos partos; por outro lado, as mãos mais fechadas estão focadas em agonistas e antagonistas – bíceps e tríceps.

Como fazer:

Fique de joelhos, logo abaixo do seu ombro. Volte a colocar os pés juntos, segure a ponta dos dedos, endireite o corpo e deixe as costas como uma tábua (essa é a posição inicial).

Contraia o estômago, abaixe com o tronco até que o peito chegue perto do chão e retorne à posição inicial. É importante manter sempre o corpo reto sem dobrar a coluna.

Para a curva mais fechada, o processo é o mesmo – que mudanças são, em vez de os braços serem mais afastados,

Squatting

Este exercício é considerado a melhor coisa para o trabalho subsequente nas coxas e pernas e seu desempenho melhora a tonificação das pernas e dos músculos tríceps e bíceps.

Há várias vantagens como: aumento do tônus ​​muscular, diminuição da flacidez, controle do corpo, queima de gordura localizada, enrijecimento ósseo, etc.

Sua concentração excêntrica alta e concêntrica do músculo faz com que o osso tenha uma liberação maior de ácido lático [Já falamos sobre agachamento, aqui]. ].

Como fazer: [1 9659002] Fique em pé, abra as pernas e estenda os pés ao redor da largura dos ombros. Dobre os joelhos, mantenha-os flexionados e incline os quadris para baixo até ultrapassar ligeiramente o joelho, empurrando a bunda para trás, como se estivesse sentado em uma cadeira imaginária e segurando as costas retas.

A extensão final é um exercício de força isométrica de concentração (exercício realizado sem movimento), que é um exercício de concentração de força isométrica .

Este exercício tem sido usado para fortalecer as áreas abdominal, lombar, costas e ombros devido ao seu desempenho além de ficar em uma posição difícil por longos períodos. ser bom em trabalhar e melhorar a postura. Mas lembre-se: a prancha abdominal não é uma perda de peso ela apenas fortalece, desenvolve, tonifica e define músculos abdominais, costas e ombros. Para perder peso, é necessário ter um complemento aeróbico, como veremos nos exercícios a seguir [Já falamos sobre a prancha, aqui]

Como fazer:

Pelo estômago ventral (abdômen) suporta os cotovelos e antebraço no chão e os deixa sobre os ombros.
Quando os dedos do pé repousam no chão, alinhe-os com os cotovelos e levante todo o corpo, mantenha-o na posição vertical e entre no abdome.

Nesta posição, tente manter de 30 segundos a 1 minuto [19659008] Abdominal superior

Este exercício ajuda a fortalecer a região abdominal do reto superior é fácil de realizar e altamente recomendado

O abdome superior é responsável pela proteção do órgãos internos e ajuda a coluna a manter a postura ereta. Deite este exercício com seu estômago, suas pernas estão flexionadas e seus pés apoiados no chão. Incline o tronco para frente, mova-se em direção ao joelho e contraia os músculos ao deixar o ar sair (expirar) e retornar à posição inicial, atraindo o ar (inspirando).

Correndo no Mar da Frente da Praia ” width=”600″ height=”338″ /> De todos os praticantes citados até agora este é o mais vantajoso não apenas para o sistema cardiovascular, mas para todo o corpo. Aqui estão alguns dos melhores benefícios da corrida:

– Heart: Com as raças, as fibras musculares do coração se fortalecem e a cavidade aumenta, facilitando o fluxo sanguíneo por todo o corpo. A injeção de sangue é melhorada devido à hipertrofia miocárdica excêntrica (alterações da parede e cavidades ventriculares esquerdas). Desta forma, o coração bombeia mais sangue com menos derrames, tornando-o mais eficaz e melhorando o fluxo e o oxigénio para o resto do corpo.

– Pulmões: aumentam a capacidade respiratória devido a – Músculos: A corrida ajuda a melhorar a resistência muscular e também a queimar a gordura nos tecidos musculares, dando-lhes mais força e definição ] – – Bones: aumenta a densidade óssea e evita problemas como a osteoporose

– Cérebro: aumenta os níveis de serotonina, melhora o sono e o apetite – Weight : Quanto maior a intensidade do exercício, quanto maior a queima de calorias e gordura ” width=”600″ height=”400″ />

: Quanto maior a intensidade do exercício, maior a caloria e a queima de gordura, – Stress: com corrida (19459003) ” width=”600″ height=”400″ />

Começar com trote pequeno em pequenas distâncias (quem determina a distância) é o praticante devido ao grau de resistência cardiovascular individual.

Detecta distância e velocidade, semanalmente aumenta a intensidade das etapas e a distância percorrida – isso aumentará sua resistência, assim como seu desenvolvimento.

Dê grandes passos com todo o plantar, a partir da borda anterior do membro e vá até a extensão do calcanhar.

Quando você segue estas dicas corretamente, você pode ver como a raça é capaz de transformar sua vida!

Dica Nunca ande na ponta dos pés ou com o pé chato e bata-o completamente no chão. Extra para suas horas de exercício ao ar livre

Os exercícios acima servem para trabalhar todo o corpo – superior, inferior, abdominal, cardiovascular e resistência. Treinar todos eles é o ideal, pois suplementar o outro e seu corpo não terá déficits de treinamento pois é totalmente estimulado.

Série a ser executada 3 vezes
  • 3 x 15, em intervalos de 45 segundos;
  • Prancha: 3 x 10, com intervalo de 45 segundos;
  • Agachamento: 3 x 15, com intervalo de 45 segundos;
  • Abdominal superior: 4 x 15, com intervalo de 30 segundos;
  • Raça: termina com a corrida, neste caso não
  • Não se esqueça de terminar o treino com a seção superior e inferior (já falamos aqui em eu gostaria de viver bem ] Opções de alongamento – existem alguns artigos para aprender!)

    O post Melhores exercícios para exercícios ao ar livre e apareceu pela primeira vez em que eu quero viver bem.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *